domingo, 17 de agosto de 2014

Under the Dome

Significa sob a redoma. Essa é uma das dezenas de séries que estamos vendo aqui em casa.
Trata-se de um Bairro sobre o qual desce, sem nenhuma explicação, uma redoma indestrutível debaixo da qual ninguém sai e ninguém pode entrar.
Obvio que olhando assim de um relance parece uma história bobinha. E é, na maioria dos episódios, mas faz pensar.
E é isso que estamos fazendo aqui, você e eu. Começando um processo de análise, analogia e raciocício.
Várias vezes já disse e ouvi outras pessoas dizerem quem o mundo está perdido, que a humanidade perdeu o rumo, que o fanatismo tomou conta etc.
Por falar nisso, olha isso aí  que coisa bizarra.
Isso é do youtube, está lá para quem quiser ver, chama-se "portal dos milagres".
Mas, voltando ao que interessa...
Em 1995, através da internet, mais especificamente do mIRC, conheci meu marido.
Desde os primeiros dias nossas conversas foram altamente produtivas, falamos de tudo, conversamos muito.
Nunca brigamos, porque sabemos que o tempo perdido em brigas é tirado do entendimento um do outro.
Não somos religiosos, não vamos a nenhuma Igreja mas eu duvido pessoas mais religiosas e tementes a Deus do que nós dois.
No meu trabalho, como no trabalho dele, as diferenças de opiniões, de comportamento, de interesses e de jeito de agir são gritantes.
Entre as pessoas e, principalmente delas conosco.
Há  19 anos trabalhamos na construção dessa redoma em torno da nossa vida.
Não frequentamos e não somos frequentados. Ajudamos quem precisa e as vezes somos ajudados por pessoas que nos vêem precisando.
Mas sinceramente, cada vez está mais difícil de sair debaixo da redoma, mesmo que seja pra ir na padaria.
Fica aí uma pérola para a sua avaliação 

O povo tá muito sem noção, não acha?