sexta-feira, 2 de março de 2012

Vem comigo!

Continuando a fase de substituir a Ordem Rosacruz por algum outro caminho, comento que antigamente tentei encontrar em várias e diferentes religiões as minhas respostas.
Não é fácil porque a minha crença, ou melhor dizendo a minha convicção mistura várias dessas doutrinas.
Uma das coisas que eu acredito é que o homem Jesus era um cidadão como outro qualquer, com as mesmas potencialidades e com um "plus", o conhecimento subjetivo do que poderia ser se fizesse o que intuía.
Todos nós intuimos o que devemos fazer, entretanto é praticamente impossivel, com todos os desafios e tentações modernos mantermo-nos afastados do "pecado".
E o que seria este pecado?
Minha opinião? Basta recordar as velhas tabuas de Moisés....Vamos brincar disso?
1) Amar a Deus sobre todas as coisas.....acima do dinheiro? da TV? do meu marido? dos meus filhos? do Shopping?
2) Não tomar Seu santo nome em vão.....OMG tipo...."juro" que não fiz? Juro que não fui eu?
3) Guardar domingos e festas.....tipo....não ir pra balada no fim de semana? Não tomar choppinho? Não viajar pra Bahia no carnaval?
4) Honrar pai e mãe (e os outros legítimos superiores) essa é broca... significa HONRAR pai e mãe e não descartá-los em algum asilo, respeitar seus chefes e seu emprego.
5) Não matarás.....não apenas teus semelhantes, mas não matarás nada que tenha vindo de Deus, ou seja tudo.
6) Não pecar contra a castidade....Esta dispensa comentários, mas apenas faço uma conjectura só se furar os olhos diante da televisão e das pessoas na rua.
7) Não roubar nem injustamente reter ou danificar o  que a outrem pertence.
8) Não levantar falso testemunho....Não fui eu, foi ele.
9) Guardar castidade nos pensamentos e atos. (Só rindo)
10) Não cobiçar as coisas do outro.

E não adianta dizer que cumpre um ou dois. Teríamos que cumprir os 10 mandamentos, todos os dias em todas as suas nuances para que pudessemos começar a aprender a harmonizar-nos com a Força Cósmica, ou Deus, ou o Grande Arquiteto do Universo.

Isto posto, (que nem trovando eu consigo), parto para acreditar em reencarnação. Sim, porque, qual seria o propósito de viver, se não, melhorar e buscar a perfeição?
Este foi o primeiro ensinamento da Ordem Rosacruz....(quer dizer o primeiro ensinamento pesquisado e apresentado pela Ordem Rosacruz em suas monografias), faz sentido.
Você nasce, faz o melhor possível, mas fica faltando um monte, aí você volta no mesmo rebanho, com alguns agregados que vão chegando para completar a tarefa deles e ajudar na sua.
Uma e outra vez e cada vez ficando melhor e mais consciente da necessidade de seguir os princípios básicos da evolução.

Concorda? Se sim ou não, eu gostaria que vc comentasse porque somente com feedback acelero meu processo e agradeço e respeito sua opinião.

Não chego propriamente a ficar questionando quem fui na encarnação anterior nem me preocupo com possiveis nomes famosos do passado. Meu foco é mais no futuro e esta é outra crença que tenho.
Você "escolhe como quer voltar e quais, das tarefas que deixou por fazer, terão prioridade na sua proxima vida.
O rebanho básico é o mesmo, com ele interagimos nas encarnações anteriores, nesta e nas próximas. Podemos, voluntariamente (pelo menos é o que eu acredito), postergar alguma coisa, priorizar outras mas o foco principal deve ser SEMPRE nossa própria evolução.
O livre arbítrio, (o grande engodo) nos faculta estas escolhas mas devemos ter consciência do que fazemos pois as vezes " o tiro sai pela culatra" e acabamos acumulado muitas coisas ruins.

Uma outra teoria que me agrada é a de que mesmo que haja outra encarnação, as tarefas assumidas nesta devem ser todas cumpridas.

Mas isso é assunto para muitas postagens.
Fica pra próxima.
Beijo