segunda-feira, 31 de outubro de 2011

De Lula, televisão e compostura

Não vejo programa de humor. Só tomei conhecimento que existe um tal de Rafinha por causa do destaque dado ao caso passado, pode-se dizer que tenho um humor muito seletivo.
Piada, dificilmente eu rio. Se é coisa de fazer os outros passarem vergonha então, nem se fala.
Aí vejo no facebook a "campanha" para o ex-presidente tratar sua enfermidade no SUS.
Eu devo ser muito diferente mesmo. Na minha cabeça, respeita-se a autoridade estabelecida (mesmo que esta seja ex) e não se brinca com doença, muito menos essa.
Uso o SUS. Salvo poucas excessões fui muito bem tratada e esperei pelo atendimento, claro, mas entendo que, se as pessoas que têm dor de barriga correm ao postinho der saúde, o excesso de usuários provocará fila.
Minha mãe diz: "Tenha compostura". Isso significa, siga as normas, porte-se bem e respoeite os outros. Mas isso é coisa do passado. Com certeza.
Agora trabalho no SAMU. Concurso público, sem padrinhos, classificação de acordo com as normas.
SAMU significa Serviço de Atendimento Móvel " DE URGÊNCIA".
A quantidade de chamados "impróprios" é impressionante.
Com impróprios quero dizer que doenças crônicas, dor de cabeça, passando mal, diarréia não são emergências médicas, vá ao posto de saúde, entre na fila da triagem da Santa Casa, não tente burlar as normas pra tirar vantagem.
TENHA COMPOSTURA