quarta-feira, 6 de julho de 2011

As crianças de hoje

Pode-se dizer que escrevo aqui uma vez por ano. Acontece que a velocidade com que as coisas se desenrolam não combina com o que meus pobres neurônios estão capacitados a fazer.
Postei no Facebook uma resposta que a Alice deu e, confesso que levei 3 dias "ruminando" o fato para que caísse a ficha.
Para quem não sabe o que foi, rapidinho resumo:
Comprei essa caixa de lápis, canetas e coisinhas e mais uma porção de cartelas com adesivos para ela colar num caderno.
Sentada no cadeirão da cozinha, ela pegou uma cartela de adesivos e colou todos, por cima uns dos outros. Ia dizendo: Esse combina aqui, este verde é bonito...
Quando terminou abriu um sorriso e disse: Cabôooooooooooooo, e começou a descolar um por um e tentar colar na cartela outra vez.
O Carlos que estava sentado em frente dela perguntou: - por que voce colou tudo no caderno e agora está descolando?
Ela olhou pra ele e pausadamente falou: Por quê vo? fez uma pausa e completou: - Porque os adesivos são da Alice.
Ela tem dois anos, com certeza nao pode ter aprendido ainda esse tipo de raciocínio nem na escola nem em casa.
Nos três dias de "conjuminaçoes" lembrei do problema que o Carlos está enfrentando porque ele é responsável por mais ou menos uns 30 programadores e analistas de idades na casa dos 20 e poucos.
Fica desesperado pela falta de compromisso com as datas estipuladas pelos clientes, pela falta de follow-up na programação, pela falta dos formulários de autorização de horas extras e por aí vai.
Sentamos a conversar os dois e chegamos à conclusão de que o ciclo certo, da vida, era o anterior (aí pelo século 18, 19) onde aos 50, 55 a pessoa já morria DE VELHICE.
A gentileza da resposta da Alice, como se fôsse obrigação dela esclarecer àquela pobre e velha criatura é um espetáculo. Aos dois anos no máximo eu dizia dada gugu...
Lindo, emocionante como a natureza demonstra nas pequenas coisas as consequências de tanta tecnologiae tantos avanços, eles sabem as coisas, têm outras prioridades, têm outro ritimo de trabalho e de raciocínio.
Só gostaria de poder conviver diariamente com ela pra aprender mais.
Se você tem uma crfiança der 2 anos em casa, preste atenção e aprenda a raciocinar e a conversar.
Deus seja Louvado